quarta-feira, 22 de junho de 2011

Lição do cinema N° 3

Postado por Camilla Fernanda às 01:33
Reações: 
1 comentários


Peter: Jacks, já pensou que esse lance de amor verdadeiro pode ser uma conspiração?


Jacks: Uma conspiração?


Peter: É. Uma conspiração capitalista. Uma mentira forjada pela indústria de filmes e da publicidade, da música... Todo mundo criando essa coisa, esse conceito que nem sequer existe.


Jacks: Amor verdadeiro não existe?


Peter: Olha pensa bem. Onde é que ele tá além das músicas, livros e filmes? Me fala! Quem pode realmente dizer : "eu sempre vou te amar" ?


Jacks: Withney Houston?


Peter: É, quando ela tá muito louca. O fato é que todo mundo tá infeliz porque todos procuram uma coisa que não existe. Ou então estão infelizes porque acham que tão confortáveis...




Filme: Amor e outros desastres

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Please, Sir, I want some MORE!

Postado por Camilla Fernanda às 12:15
Reações: 
0 comentários

[...] Mas deixa primeiro eu salvar a MINHA pele. Me deixa ser egoísta. Me deixa fazer você entender que eu gosto de mim e quero ser preservada. Me deixa de fora de suas mentiras e dessa conversa fiada. Eu sou uma espécie quase em extinção: eu acredito nas pessoas. E eu quase acredito em você. Não precisa gostar de mim se não quiser. Mas não me faça acreditar que é amor, caso seja apenas derivado. Não me diga nada. (Ou me diga tudo). Não me olhe assim, você diz tanta coisa com um olhar. E olhar mente, eu sei! E eu sei por que aprendi. Também sei mentir das formas mais perversas e doces possíveis. (Sabia?) Mas meu coração está rouco agora. GRAVE! Você percebe? Escuta só como ele bate. O tumtumtum não é mais o mesmo. Não quero dizer que o tempo passou, que você passou, que a ilusão acabou, apesar de tudo ser um pouco verdade. O problema não é esse. Eu não me contento com pouco. (Não mais). Eu tenho MUITO dentro de mim e não estou a fim de dar sem receber nada em troca. Essa coisa bonita de dar sem receber funciona muito bem em rezas, histórias de santos e demais evoluídos do planeta. Mas eu não moro em igreja, não sou santa, não evoluí até esse ponto e só vou te dar se você me der também. Pode rir, é isso mesmo. Não vou fingir ser o que não sou. Quer me tratar bem? Amém! Se não quiser, vá com Deus, não me procure mais!  


Fernanda Mello

Eu vou sentir tua falta e sempre vou guardar na memória  e no coração aquele dia que você cantou pra mim. Vou lembrar com carinho da "tradição" de comer duas vezes no mesmo lugar. Mas é só até aqui que eu posso ir. Até.

"Take a bite of my heart tonight"
 

Tudo que acho certo Copyright © 2010 Design by Ipietoon Blogger Template Graphic from Enakei