sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Relato: São apenas cereais...

Postado por Camilla Fernanda às 00:02
Reações: 
5 comentários
Costumamos viver a vida com objetivos diários. Esses objetivos, objetivam outros dias. E com isto, quando conquistamos aquele dia, ficamos ansiosos para que chegue o dia de nossa próxima conquista, esperando que no fim do arco iris, encontremos um pote de ouro, e aí sejamos felizes.
Geralmente nos sentimos vazios ao perceber que 'aquilo' que tanto queríamos não nos satisfaz como achavamos que satisfaria, ou que depois de conseguir perdeu a graça e nos damos conta que falta alguma coisa,falta uma razão pela qual viver,algo pelo que buscar,uma coisa pra sonhar. Mas o que não conseguimos perceber, é que mesmo chegando ao objetivo maior, não é o fim que nos torna feliz, e sim o percurso, a estrada.


Por isso é tão importante viver cada dia,cada momento e deixar de esperar tanto por 'aquele dia',ou 'aquele ano' ou 'aquele grande acontecimento'.
Não adie sua felicidade, esperando vive-la daqui a alguns anos,"quando estiver formado", "quando tiver um carro" ou "quando encontrar um grande amor"...viva o agora,seja feliz agora, não tem porque deixar pra depois.
 Os dias que passam, os dias que perdemos, aqueles que desejamos que passem, não voltam mais.A verdadeira felicidade está nas coisas simples, "nos tempos de colégio", "nos anos da faculdade", "no dia-a-dia com os amigos"( no caminho para chegar na coisa e não na coisa em si..entenderam né!?).É inútil tentar projetá-la(a felicidade) em coisas maiores ou achar que no fim você terá uma grande recompensa por ter deixado de viver....Afinal no fim do arco iris, não há ouro, "são apenas cereais"

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Relato: Os nãos que a gente não diz!

Postado por Camilla Fernanda às 01:16
Reações: 
3 comentários

"A maior prisão que podemos ter na vida é aquela quando a gente descobre que estamos sendo não aquilo que somos, mas o que o outro gostaria que fôssemos.
Geralmente quando a gente começa a viver muito em torno do que o outro gostaria que a gente fosse, é que a gente tá muito mais preocupado com o que o outro acha sobre nós, do que necessariamente nós sabemos sobre nós mesmos."

É preciso muita honestidade consigo mesmo para reconhecer esse comportamento...
Realmente é preciso, e eu reconheço[pronto falei!], reconheço que tenho a grande necessidade de agradar as pessoas,não é algo premeditado nem nada, álias é totalmente natural.Isso não muda muita coisa, mas pelo menos não fico com ar de maquiavélica,ou de quem é legal com segundas intenções [olha eu aqui com medo do julgamento de vocês].
Demorei a perceber e entender[na verdade ainda não entendo muito],mas estou tentando aceitar a idéia de ser 'controlada' pela opinião alheia.Isto vai de coisas mais banais, até assuntos mais relevantes, como quando mudei uma roupa porque alguém não gostou ou quando fiz o possível e o impossível para atender a um pedido de alguém, mesmo sabendo que não tinha condições de fazê-lo desde o princípio.
Eu acredito que a preocupação com a opinião dos outros e a necessidade de agradá-los se resumam a mesma coisa[pelo menos no meu caso é!], afinal de contas, acabamos por agir diferente em busca de aprovação,admiração,aceitação,reconhecimento,atenção...ou seja lá o que for.
Começa a ficar ruim quando a opinião dos outros, igual às necessidades deles, são mais importantes que as próprias. Quando desejamos agradar, ao ponto de colocarmos, quase sempre, nosso valor próprio nas mãos dos outros e ficamos inteiramente dependente do julgamento deles.
Pior ainda, quando nosso humor ou estado de espírito ficam à mercê de manifestações de atenção de terceiros, ou de migalhas de reconhecimento ,como se isso definisse a SUA importância como ser humano.E quando a atenção e/ou o reconhecimento não vêem, ai sim ,o caso fica pior, pois surge a decepção e a frustação.
Nossa!Parece horrível colocado desse jeito,mas é a verdade nua e crua,é triste[eu sei!],é deprimente [eu ainda sei!] mas eu sei também,que todo ser humano precisa de reconhecimento pelo que faz, o perigo está quando deixa de ser saudável e passa a ser extremamente necessário.
"Aprenda a dizer não sem se sentir culpado ou achar que magoou.
Querer agradar a todos é um desgaste enorme.

(Pensador Russo - Guerdjef )

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Selo

Postado por Camilla Fernanda às 11:15
Reações: 
7 comentários
Muito 'gentil' esses selinhos que recebi: gentileza gera gentileza e vale a pena ficar de olho nesse blog
Obrigada as meninas do Dream Girl Teen
Muito obrigada meninaaas...
tow repassando para:

Uns versos
Atal da Buh
Universo Elegante
Pappilon
A madrasta má


Quem recebeu o selo só precisa fazer uma postagem para quem le enviou e repassar para mais 5 blogs.
beijooos ;D

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Frases Soltas

Postado por Camilla Fernanda às 21:37
Reações: 
0 comentários
Quando eu acho que sei todas as respostas...

...vem a vida e muda todas as perguntas!

domingo, 11 de outubro de 2009

Comu~mente falando

Postado por Camilla Fernanda às 22:16
Reações: 
2 comentários

EVITANDO SE APAIXONAR EM DEZ LIÇÕES


                                                                                                                             por Marina Bastard
1. FAÇA O AUTO-EXAME
-analíse como você se sente com ele,suas pernas tremem?suas mãos ficam gélidas?
2. OCUPE SUA MENTE
-imponha um limite de tempo para pensar nele,leia um livro, compre um sapato, veja um filme...! - contanto q nada disso te faça lembrar ele, óbvio.
3. OLHE PARA OS LADOS
-A espécie é vasta, vários exemplares interessantíssimos andam soltos por aí e vc vai despejar sua atenção num único ser?Só não seja boba a ponto de se apaixonar pelo outro! Ou pelos 2!!!!

4. MEDITE USANDO MANTRAS
-Tipo, entre numas de repetir para si mesma algo q retire teu pensamento diante das evidências de um pseudo-love. Existem os mais variados tipos de mantras, desde o "isso não aconteceu, isso não aconteceu, isso não aconteceu..." até o neurótico "Isso é pra me sacanear no final, isso é pra me sacanear no final, isso é para me sacanear no final...", passando por "cretino cretino cretino!!"  e até o mais popular "não é nada demais, vai passar, não é nada demais, vai passar, não é nada demais, vai passar..."

5. VACINE-SE CONTRA A VOLTA DO SINTOMA (OU: PUXE O FREIO DE MÃO!!!)
Uma vez detectado qual o seu sintoma, PARE TUDO!Crie uma vacina, uma imunização qualquer... as táticas são as mais vastas e simples possíveis.

6. FAÇA UMA LISTA DOS DEFEITOS DELE
Cavuque todos os mínimos detalhezinhos da personalidade dele q te incomodam e os enumere, um por um!Concentrar-se, por exemplo, num ponto único também é uma estratégia válida: na hora do sufoco, feche os olhos e lembre-se de uma atitude infeliz q ele teve, como por exemplo aquele dia em q ele catarrou no chão... urghh!!

7. NÃO FAÇA UMA LISTA DAS QUALIDADES DELE
Não caia na armadilha de medir os contras junto com os prós do gatchinho!! Então nem pensar em construir um quadro comparativo com o q é "bom" e "ruim" nele! Foque no ruim, sempre!!!

8. CRIE PRÉ-REQUISITOS ABSURDOS (OU: INTERFIRA NA SELEÇÃO NATURAL)
A dica é a seguinte: ficar extremamente chata e exigente no q concerne a 'homens q terão privilégios especiais' com vc.Faça de propósito mesmo; se ele for loiro, selecione apenas morenos.... etc etc....e por aí vai.

9. FIQUE AMIGA DE ALGUM EX-BABADO DELE
Vc tem duas opções: ou fica amiga da menina para descobrir os podres mais podres do garoto, coisas q só as ex vão saber, etc etc, ou então fica amiga para depois não ter coragem de se envolver com ele pq, afinal, vc não faria isso com sua mais nova amizade, não é mesmo??

10. NÃO CONVERSE DEMAIS COM ELE (OU: INTIMIDADE? PRA QUÊ?)
-se vc conversa com a pessoa, vc fica mais íntima dela;

-ficando mais íntima, vc a conhece melhor;
-conhecendo-a melhor, vc pode achá-la mto legal;
-achando-a legal, vc a diferencia dos demais;
-se a pessoa é 'diferente' aos seus olhos, ela é especial pra vc;
-se ela é especial, vc se envolve...
E É BOM PARAR POR AQUI, PQ O FINAL TODO MUNDO CONHECE!!!
                                                 ;D

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Relato

Postado por Camilla Fernanda às 02:29
Reações: 
4 comentários


É, não sei se tô ficando é velha e rabugenta,mas... não aguento ver essas pessoas que se conheceram ontem e hoje já são B[est]F[riends]F[orever].
Owwww!
São sorrisos demais,conversas demais, perguntas demais,abraços demais,proximidade demais e tudo isso sem a menor intimidade! 
Sabe!?
É de uma efusividade sem tamanho,as náuseas são até inevitáveis.Fico numa razoável distância e tento nem me mostrar incomodada,para que não confundam a minha 'incomodação' com desejos sexuais obscuros inexploráveis e reprimidos,ou com dor de cotovelo.( Ahh vai saber o que eles pensam!?)
Definitivamente não se trata disso, eu só não sei de onde tirar tamanha falsidade!
Isso é só a minha opinião...

 

Tudo que acho certo Copyright © 2010 Design by Ipietoon Blogger Template Graphic from Enakei